sábado, 27 de setembro de 2014

Eu ainda transbordo amor.





E o que posso dizer?
Gosto da nostalgia de um amor antigo e da esperança de um novo.
Prometo que não vou mais amar tão devotamente e por fim amo como a primeira vez, como se o gosto nunca tivesse saído da boca.
O amor transborda em mim.
Eu ainda transbordo amor.



(Texto escrito por Ingrid Sodré)

2 comentários:

  1. O amor é um sentimento estranho.
    Estamos sempre falando que "nunca mais" quero amar de novo, mas aí aparece um alguém e esquecemos de tudo o que falamos e voltamos a amar como nunca.
    Bjuxxxxx

    ResponderExcluir
  2. Lindas as suas palavras e seu blog. Parabéns! ;)

    ResponderExcluir